NovaEra

NovaEra


    O reencontro - 4 anos depois

    Compartilhe
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Qui Jul 26, 2018 11:32 pm

    O dia tinha se arrastado. As reuniões tinham sido menos produtivas do que o de costume, a mente dele nao estava lá. Desde o encontro com Stella que ele nao parou de pensar em Melina, e agora entao… depois de trocarem tantas mensagens.. tudo parecia tao….surreal.  Ele nao sabia ao certo como se sentia em relaçao a ela, era um misto de ansiedade, felicidade, tristeza… ele nao sabia definir. Só sabia que queria muito ve-la, tanto que desmarcou o encontro com Julliet de hoje a noite. Ele disse que iria encontrar uma amiga que nao via ha anos, e ela nem perguntou quem era. Julliet era bem segura de si, e a relaçao deles nao era do tipo super grudada. Eles já estavam juntos ha 3 anos, entao nao era nada recente, cada um tinha seu espaço.

    Henry estacionou o carro perto do café que ela tinha sugerido, mas nao conseguiu sair. Seu coraçao batia mais acelerado do que ele gostaria. Será que estava fazendo o certo? Será que devia encontrar com ela e reviver tudo que deixou para trás? Ele pegou o celular por diversas vezes, pensando se escrevia uma mensagem se desculpando, dizendo que nao poderia ir por alguma razão qualquer…. mas sempre que começava, nao conseguia terminar. Ele queria ir. Queria muito. E esse era o problema.

    Olhou no relogio e viu ser 5:50 da tarde. Se obrigou a descer do carro, nao queria chegar atrasado, queria chegar primeiro, queria ter tempo de ve-la entrando no lugar e andando ate ele. Apertou o alarme do carro e atravessou a rua, abrindo a porta do café e entrando. Passou os olhos pelo lugar e nao a viu, seu coraçao batia acelerado. Ele tinha que se acalmar. Ele gostava de Julliet, a amava. Nao tinha porque ele ficar desse jeito, nada sairia daquele encontro, ele sabia disso. Mas a ansiedade estava em nivel maximo, e ele nao estava conseguindo esconder isso de si mesmo. Procurou uma mesa mais afastada e se sentou, pedindo dois cafés. Será que ela gostava com açúcar? Sem açúcar? Com leite? Creme? Ele ficou um bom tempo olhando para a cara da atendente sem saber o que pedir. Nao a conhecia mais, nao sabia do que ela gostava.

    Henry - Me vê de dois jeitos entao, um com açúcar e um sem. *sorriu para a moça* Obrigada.

    A mulher voltou em 5 minutos com os 2 cafés. Ele colocou os dois copos ali na mesa, iria perguntar qual ela queria. Henry respirou fundo, se encostando mais na cadeira e destravou o celular. Procurou alguma mensagem dela… mas nada. Viu que ela nao estava online há bastante tempo já, será que tinha vindo de outro lugar? Talvez de aviao? Ela tinha mencionado aeroporto. Ele olhava para a porta toda vez que ouvia o “plimplim” do sininho que tocava quando alguem entrava. Isso o estava matando por dentro. Será que ela tinha desistido? Será que nao teve coragem? Ele tinha quase desistido… por muito pouco mesmo. Henry ficou mexendo no celular ansioso, virando de uma tela para a outra sem conseguir ver nada direito. Ela tinha dito que chegaria 10 minutos atrasada, mas já tinham se passado 2 minutos…

    Ele usava uma calça jeans, uma blusa de manga comprida preta com 3 botoes na gola, que estavam abertos. Tinha passado em casa antes de vir, tomado um banho, feito a barba, perfume, tudo. Atrás de sua cadeira tinha um casaco leve de chuva, ele sabia que ia chover durante o café deles… sempre chovia essa hora. Ficou olhando para o celular, distraído, tentando nao olhar toda vez que a porta fazia barulho.


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 12:56 am

    Melina nunca tinha se sentindo tão confusa na vida. Desde a primeira mensagem dele naquela noite, ela não conseguia parar de pensar nisso...nele. Não que um dia tivesse conseguido parar de pensar, não mesmo. Mas ele tinha voltado, voltado na vida dela, e isso era mais que surreal. Tanta vezes ela tinha imaginado o reencontro deles, imaginado como seria, ou se um dia iriam se falar de novo... Sorte que Stella estava lá para encontrar ele, Melina só conseguia pensar nisso...Sorte.

    Quando ele mandou a primeira mensagem ela estava chegando de um evento e eles continuaram se falando praticamente direto só parando para dormir. A conversa fazia ela tremer as vezes, certas coisas que ele dizia, certos tons... Era algo diferente. Um frio na espinha percorria cada vez que via a notificação, ela nunca tinha sentido isso.

    O ápice de achar que estava doida foi quando no mercado ele mencionou uma namorada. Aquilo tinha sido um choque, uma dor atingiu seu peito, e ela sabia que não tinha motivo para isso, anos tinham passado, eles não estavam mais juntos. E ela tinha Will também, e tinha ele há tanto tempo, mais tempo do que tinha estado com Henry. Mas o coração dela não parecia se importar com isso, as lágrimas vieram na hora que ele comentou que tinha alguém, deixou as compras no mercado e foi pra casa.

    Agora estava quase na hora de se encontrarem, e o nervosismo estava a flor da pele. Sentou na cama e jogou as costas para trás enquanto olhava uma nova mensagem dele. Ela ainda estava somente com as roupas de baixo e o robe de seda, não tinha conseguido escolher uma roupa. Começou a falar com ele novamente, sorrindo sem querer. Esqueceu novamente do tempo até que um barulho a trouxe para a realidade, a porta do quarto abrindo...

    SMS:
    Melina – Só um minuto já volto
    Henry – OK


    Will tinha entrado no quarto olhando para os lados a procurando. Estava com os cabelos molhados ainda e bagunçados, abotoava o punho de uma blusa social cinza escura e já estava quase pronto.

    Will – Hey, Galbraith *Sorrindo com o canto da boca vendo ela deitada ali* Estamos atrasados...Você sabe, né?

    Melina deixou o celular ao lado do corpo e ía levantar quando ele se aproximou apoiando as mãos na cama e inclinando o corpo para perto do dela a prendendo ali.

    Will – Acho que temos uns minutos, o que acha? *a olhando sorrindo enquanto se aproximava*

    Melina tentou delicadamente virar  o rosto mas fingindo sorrir.

    Melina – Não temos tempo, Will... Vamos, o vôo ta te esperando . *Deu um beijo no rosto dele e o fez levantar para ela sair da cama*

    Ele abriu o closet e sumiu lá dentro gritando o quanto ela era má com ele.

    SMS:
    Melina – Desculpa / Vou ter que sair aqui / Ele ta me apressando e eu ainda nem me arrumei / Me perdi no tempo falando aqui rs / Já já to la / beijos.
    Henry – Ta bom, vai lá / Beijos.


    Will voltou do closet fechando o relógio e de cabelos já arrumados. Ficou observando ela digitar no celular

    SMS:
    Melina – Falta pouco agora rs / Até mais.
    Henry – Mto pouco / Até mais


    Ela sorriu sem reparar em Will ali. O coração dela esquentou quando leu aquele “Mto pouco”. Será que ele estava tão nervoso quanto ela? Pois ela parecia que não conseguia respirar. E se sentia culpada por isso. Muito culpada. Ele com certeza a via como uma amiga distante, uma velha amiga. E ela ali toda nervosa, e com Will a amando tanto.

    Guardou o celular e pegou o vestido indo para o closet colocar ele.

    Will – Quem você vai encontrar mesmo? *gritou la do quarto*

    Melina – Ah, você não conhece. Estudou comigo.

    Ela terminou de colocar o vestido e foi surpreendida por ele a abraçando por trás.

    Will – Não to gostando nada disso *beijando o pescoço dela*

    Ela riu dele, não tinha com o que se preocupar, né? Henry tinha namorada, ele tinha esquecido ela. Ela só esperava que ela tivesse esquecido já esse sentimento, mas duvidava de si mesma.

    Melina virou e deu um selinho nele sorrindo sem falar nada e foi terminar de se arrumar. Foram até o aeroporto onde o avião já estava pronto. Se despediram, mas ela estava com o pensamento distante, não conseguiu se despedir direito, sentiu que foi fria com ele sem querer, de qualquer forma ele já tinha ído. Depois ela ligaria para ele.

    Então era agora. Era a hora que ela entraria no carro e iria encontrar Henry depois de todos esses anos. Ficou parada com a mão na porta do carro, será que deveria ir? Será que seria um erro encontrar ele? Será que ela realmente tinha superado isso? Pensava sempre tanto nele...Poderia ser perigoso o ver de novo.

    Entrou no carro e pediu para o motorista ir para ao café, decidindo consigo mesma que eram amigos, não havia nada demais em se verem. O caminho foi bem rápido, o local era perto do aeroporto. Ela conhecia o dono, já tinha dado aulas de piano para a filha dele uns meses atrás e ele gostava muito de Melina. Era um café agradável que essa hora também começava a virar um piano bar. Ficava bem cheio, ela queria isso mesmo, um local cheio, nada de ficar muito sozinha com ele.

    Chegou na porta de vidro do local e olhou lá pra dentro e então ela ali de fora o viu. Ele estava sentado esperando, via ele olhando as vezes para o lado procurando ela. Ela colocou a mão na altura do pescoço procurando automaticamente o pingente do cordão que ele tinha dado. As vezes fazia isso sem querer, sem lembrar que guardava em uma caixinha bem guardada. A mão ficou ali enquanto respirava rápido e o observava. Ele estava lindo, muito mais do que era. Ela viu ele recebendo o café e sorrindo para quem entregou. O sorriso dele...Ela perdeu as forças e a respiração parou. Ela não acreditava que era ele ali, não parecia real. Ela queria correr até ele e abraçar ele de forma apertada e nunca mais soltar. Por que ela sentia isso, por que? Ela tinha que parar com isso. Ela tinha Will. Ele tinha...alguém.

    Nada iria acontecer, e eles eram amigos. Tirou os pensamentos da cabeça e decidiu de uma vez por todos que não pensaria essas coisas, não deixaria o passado fazer isso com ela. Ele já a tinha esquecido, e ela tinha alguém para amar já. Não precisava disso. Tentaria controlar.

    Ela abriu a porta de vidro e entrou devagar no local, engoliu em seco tentando controlar os nervos. Ela olhou para o lado sorrindo para a recepcionista que ela conhecia e continuou a andar na direção dele. Estava indo quando ele virou o rosto e a olhou a vendo ali.

    O olhar deles cruzou e parou. Era Henry, realmente ele, agora era mais do que real. Era ele. Ela sorriu, um sorriso largo e sincero que ela não tinha nem visto aparecer no rosto. Se aproximou tentando se equilibrar e não demonstrar nervosismo. Ele levantou e ela se aproximou.

    Melina – Henry... *Olhando para ele, para ver ele ali, para ver como ele estava diferente*

    Tocou a lateral do braço dele sentindo um arrepio no corpo todo e se aproximou o cumprimentando com dois beijinhos. Quando a pele dela encostou na dele sentiu como se tivesse levado vários mini choques ali, uma onda de eletricidade passou por seu corpo. Ela ignorou, tinha que ignorar isso. Esperava que não desse para perceber sua pele arrepiada.


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 1:39 am

    Melina – Henry... *Olhando para ele, para ver ele ali, para ver como ele estava diferente*

    Ele nao sabia para onde olhar, o que fazer. Ela já estava atrasada, e tudo o que ele conseguia pensar era que ela tinha desistido. Que eles nunca iriam se encontrar, seria para sempre essa coisa inacabada. Henry respirou fundo, colocando o celular no bolso. Ele entrelaçou os proprios dedos, olhando para eles, pensando em como tudo tinha acabado entre eles. Nao tinha sido justo, nada do que aconteceu tinha sido justo. Ele pensou nisso por anos, se questionando se nao devia te-la perdoado logo de cara. Ele sabia que ela o amava, sabia que ela só tinha feito aquilo por causa das fotos… mas na época, com 16 anos, ele nao conseguiu superar. Nao conseguiu passar por cima do que hoje nao parecia algo tao grande mais. Henry levantou a cabeça e olhou o lugar, esperando… até… até encontrar os olhos dela.

    O coraçao dele disparou na hora, no mesmo momento em que a viu. Batia na boca, a respiraçao já meio descontrolada. Ela se aproximava, sorrindo, e ele se levantando devagar, como que em camera lenta. Ela estava mais linda do que nunca, mais linda do que nos sonhos dele, mais linda do que nas fotos, mais linda do que ele podia desejar. Henry se colocou de pé e a viu chegar na frente dele. Depois de 4 anos… 4 longos anos… Ela estava ali. De frente para ele. Henry sorriu sem nem perceber, o corpo todo arrepiado com o toque dela no braço dele. Melina aproximou o rosto do dele e deu um beijo, virando para a outra bochecha e dando outro. Ele ainda estava meio duro, completamente perdido na situaçao, sem saber como agir, o que fazer, o que falar. Ele ainda recebia o segundo beijo dela na bochecha quando a sentiu se afastar. Ele ficou meio que parado no tempo, nao estava conseguindo reagir como queria. Ela tinha tirado todas as forças dele. Henry engoliu forte, e sorriu, tentando sorrir o mais natural que conseguia.

    Henry - Melina… *sorrindo, a olhando* Eu queria poder congelar esse momento. *a olhando* Achei que nunca mais te veria. *sorriu de leve e procurou a mao dela, encostando nos dedos dela* Posso te abraçar? *ele esperou ela consentir com a cabeça*

    Chegou mais perto dela e a abraçou, forte. Estavam os dois ali de pé, no meio do café, se abraçando. Ele afundou o rosto no cabelo dela, sentindo aquele cheirinho que ele tanto sentiu falta. O tempo podia parar ali, agora, naquele exato momento. Mas ele tinha Julliet… e ela o namorado dela. A vida era mais complicada agora, nao eram só eles dois mais. Henry se forçou a soltá-la, parando qualquer contato fisico, por mais que nao quisesse. Ele indicou a cadeira para ela se sentar e sentou em frente a ela.

    Henry - Eu pedi um café para nós.. nao sabia como voce gostava, entao pedi um com e outro sem açúcar. *indicando cada um. Ele a viu pegar um dos copos, ele a olhava meio que sem acreditar ainda* Voce está… definitivamente…diferente. *sorriu, lembrando das mensagens deles* Mais linda do que eu me lembrava.


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 2:03 am

    Ela automaticamente sem pensar concordou que ele poderia a abraçar e ela sentiu ele a envolvendo com os braços. Ela retribuiu o abraço sentindo o perfume dele, como ela tinha sentindo falta disso...Segurou o impulso de virar o rosto e deitar ali no ombro dele e não largar ele nunca mais. O abraço durou segundos a mais do que o necessário e ela sentiu que os dois sabiam disso. O coração dela chegava a doer sentindo o corpo dele ali junto com o dela, parecia um dos sonhos que ela tinha onde se encontravam. Mas era real, ele estava ali. Mas diferente do sonho, ali ele não era dela.

    Se afastaram e ele indicou uma cadeira, ela sentou cruzando as pernas e ainda sorrindo, não conseguia não sorrir.

    Henry - Eu pedi um café para nós.. nao sabia como voce gostava, entao pedi um com e outro sem açúcar. *indicando cada um. Ele a viu pegar um dos copos, ele a olhava meio que sem acreditar ainda* Voce está… definitivamente…diferente. *sorriu, lembrando das mensagens deles* Mais linda do que eu me lembrava.

    Melina pegou o café sem açúcar, não gostava muito de coisas doces e riu baixinho corando ouvindo o que ele falava.

    Melina – Obrigada... *Sorriu enquanto bebia um gole do café e depois olhava para ele* Você sabe que ta lindo também, né? *Colocou a xícara no pires de volta e respirou fundo tentando relaxar enquanto olhava para ele* Fiquei realmente feliz em reencontrar você, sempre me perguntei o que você estava fazendo ou onde estava. Você foi muito importante pra mim, sabia? Sempre quis ter certeza que você estava feliz... E eu fico muito feliz que esteja. *Sorriu de forma sincera para ele*

    Ela foi com as pontas dos dedos ao lado do rosto dele tocando levemente as bochechas dele e rindo.

    Melina – Nossa, ainda não acredito que é você mesmo! Não parece real, tudo parece tão distante...todo o passado, a escola... Eu nunca imaginaria estar aqui.

    Tirou a mão dali e passou nos próprios cabelos jogando eles pra trás, estava meio sem graça, meio nervosa e completamente feliz.


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 2:21 am

    Melina – Obrigada... *Sorriu enquanto bebia um gole do café e depois olhava para ele* Você sabe que ta lindo também, né? *Colocou a xícara no pires de volta e respirou fundo tentando relaxar enquanto olhava para ele* Fiquei realmente feliz em reencontrar você, sempre me perguntei o que você estava fazendo ou onde estava. Você foi muito importante pra mim, sabia? Sempre quis ter certeza que você estava feliz... E eu fico muito feliz que esteja. *Sorriu de forma sincera para ele*

    Eles se sentaram, Henry a olhava sem desviar os olhos, nao queria perder nem um segundo daquele tempo precioso que tinha com ela. Melina pegou a xicara e bebeu um gole, ele a observava o tempo todo. Viu a mao dela vir até o rosto dele e sorriu, ela continuava com o mesmo jeito delicado que ele se lembrava. Os gestos… o jeito de falar… de sorrir… ainda era aquela bonequinha de louça que ele conheceu. Henry sorriu de leve quando ela disse que ele tinha sido importante para ela. É, ele sabia disso, e ela tinha significado a mesma coisa para ele. Ele nunca tinha amado ninguem como a amou. O que ele sentia por ela na época era algo… inatingível, inexplicável. Ela tinha sido tudo na vida dele, por mais que tivessem ficado juntos por muito pouco tempo.

    Melina – Nossa, ainda não acredito que é você mesmo! Não parece real, tudo parece tão distante...todo o passado, a escola... Eu nunca imaginaria estar aqui.


    Henry - Eu sei, eu também nao. *a olhando. Ele riu do nada, abaixando um pouco a cabeça, ficando meio sem graça* Desculpa… *tentando se recompor, mas nao estava dando, ele ainda sorria que nem bobo, ria as vezes, sem nem saber o porque* Estou um pouco sem graça de estar aqui. *a olhou, tentando segurar a vontade de rir de novo, ele nao era assim! * Nao sei.. eu.. eu sempre quis te reencontrar. E agora voce está aqui na minha frente… parece mentira.

    Ele sorriu e apoiou os cotovelos na mesa, ficando mais inclinado para frente, a olhando. Pegou a xicara com uma mao e deu um gole no café, a deixando sobre o pires de novo.

    Henry - Nem sei o que te perguntar, parece que já conversamos tudo por mensagem. E ao mesmo tempo ainda quero saber de tanta coisa.. *a olhando* Me fala de voce. Voce é feliz? *a olhando nos olhos, o coraçao ainda batia acelerado*


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 2:29 am

    Melina tinha percebido que ele estava nervoso como ela, isso a fez relaxar, então não era só ela. Eles podiam estar assim, tinham direito de estar assim, depois de tudo que tinha acontecido, era mais que normal estarem nervosos. Mas ainda assim era muito estranho ver Henry ali, o amor da sua vida... E ao mesmo tempo, que não podia ser o amor da sua vida.

    Ele se inclinou mais para perto com os cotovelos na mesa e Melina chegou a tremer a mão colocando a xícara de volta na mesa. Ele era lindo demais, a deixava nervosa, os olhos dele a deixavam paralisada e a boca dele estava prendendo a atenção dela de uma forma que não poderia acontecer. Percebeu que estava olhando muito para a boca dele e subiu o olhar para os olhos dele sorrindo e ouvindo o que ele falava.

    Henry - Nem sei o que te perguntar, parece que já conversamos tudo por mensagem. E ao mesmo tempo ainda quero saber de tanta coisa.. *a olhando* Me fala de voce. Voce é feliz? *a olhando nos olhos, o coraçao ainda batia acelerado*

    Ela riu e colocou os cotovelos na mesa assim como ele se inclinando um pouquinho.

    Melina – Pode perguntar o que quiser, Henry... Também quero saber tudo de você. *Ela olhava nos olhos dele sorrindo* Se eu sou feliz? Bom... Como falei, acredito que existem momentos felizes e não uma felicidade plena ou algo assim. Mas sim, eu tenho muitos momentos felizes. Esse mesmo é um deles. *Respirou fundo tentando se controlar* E você?


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 2:59 am


    Melina – Pode perguntar o que quiser, Henry... Também quero saber tudo de você. *Ela olhava nos olhos dele sorrindo* Se eu sou feliz? Bom... Como falei, acredito que existem momentos felizes e não uma felicidade plena ou algo assim. Mas sim, eu tenho muitos momentos felizes. Esse mesmo é um deles. *Respirou fundo tentando se controlar* E você?


    Ela se posicionou da mesma maneira que ele, apoiando os cotovelos na mesa e se inclinando um pouco. Ele a olhava bem dentro dos olhos, desviando as vezes para olha-la melhor, ver como ela estava. Ainda tinha aquele rosto perfeito, bem sereno, de quem te passa uma paz incomum. Henry sorriu com as palavras dela, tentando controlar o impulso de chegar mais perto dela. Porque ele queria, queria ficar mais perto, queria tocar nela, abraçá-la de novo, ficar junto dela. Queria exatamente o que nao podia. Ele nao podia, estava com Julliet, e gostava dela. Ela o ajudou muito no ano depois que Melina foi embora da escola. Ele tinha ficado bem mal… se nao fosse por ela, talvez nao estivesse aqui hoje. Ele sorriu mais com ela dizendo que esse era um momento feliz. Era, era sim. Mais do que isso. Melina bebeu mais um gole do café e os olhos dele bateram no anel da mao direita dela. Henry a observou voltar com a mao, colocando a xicaras sobre o pires novamente. Ele tinha os olhos fixos no anel dela, nao conseguindo nem disfarçar. Desviou os olhos para os dela, agora um pouco mais sério. O coraçao batia rápido, ele sabia que anel era esse. Ninguem usava um anel de diamantes na mao direita se nao significasse algo….

    Henry - Eu? *tentando voltar ao que ela tinha perguntado. Ele estava balnçado com aquilo agora* Eu sou feliz sim, como voce, na maior parte do tempo. *sorriu de leve e voltou com o corpo para tras. Ele a olhava e nao conseguiu se segurar* O anel é de noivado?


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 3:14 am

    Reparou o rosto dele mudando enquanto os olhos não saíam da mão dela, ela percebeu o motivo, sabia o que era. Ela sabia que esse momento iria chegar. Tinha pensado muito sobre ir com o anel, do fundo do coração ela tinha dúvidas sobre ir ou não. Mas depois do mercado, depois que ele comentou ser de alguém, ela resolveu ir. O anel seria um peso que a traria com os pés para a terra, a fazendo lembrar da realidade. Ela era de Will agora, e ele era da namorada dele. Ah se ela tivesse certeza do que ele queria dela... se ele não tivesse ninguém, se ele estivesse sozinho e quisesse ela... Mas não era assim, as coisas não eram assim. Sentiu o olhar dele nela.

    Henry - Eu? *tentando voltar ao que ela tinha perguntado. Ele estava balnçado com aquilo agora* Eu sou feliz sim, como voce, na maior parte do tempo. *sorriu de leve e voltou com o corpo para tras. Ele a olhava e nao conseguiu se segurar* O anel é de noivado?

    Ela desceu a xícara e largou na mesa, automaticamente quando ele falou do anel ela foi com os dedos tocando no anel. Estava acostumada com as pessoas perguntando do anel, do noivado... Mas não ele, ela temia por esse momento. Ela tentava se segurar pois parecia que estava tremendo por dentro, e não queria passar nervosismo. Ele iria a achar uma idiota se percebesse o que ela ainda sentia. Ela forçou um sorriso para ele.

    Melina - É...é sim *passou a mão na lateral do cabelo jogando para trás de novo e parou a mão no pescoço meio que passando a mão ali, ela estava claramente nervosa, segurou uma mão na outra em cima da mesa e olhou para ele* É recente. Um mês, na viagem... Na verdade menos de um mês, uns 20 dias...

    Respirou fundo. Pronto, estava feito. Ele sabia, e provavelmente ele deveria estar aliviado pois ele também tinha a namorada dele.


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 3:40 am

    Melina - É...é sim *passou a mão na lateral do cabelo jogando para trás de novo e parou a mão no pescoço meio que passando a mão ali, ela estava claramente nervosa, segurou uma mão na outra em cima da mesa e olhou para ele* É recente. Um mês, na viagem... Na verdade menos de um mês, uns 20 dias...

    A resposta dela veio como uma farpa direto no coraçao dele. Henry a olhava, analisando os movimentos dela. A passada de mao no cabelo, a mao no pescoço, os olhos que nao paravam nos dele…. ela estava nervosa. Ele via isso claramente, e entendia. Tinha se sentido assim quando ela perguntou se ele tinha alguem, nas mensagens. Mas ali, ao vivo, era muito pior. Ela estava noiva ha 20 dias… tinha sido ontem. Era muita concidencia eles se reencontrarem logo agora, assim que ela fica noiva, depois de 4 anos longe. Henry sorriu de leve, mas por dentro estava arrasado. Ele nao via problema nela ter namorado… era normal, depois de anos separados. Mas… noivo? Ele sentiu o coraçao apertar só de imaginá-la casada com alguem, porque aí eles realmente teriam se perdido.

    Henry - Acho que te devo um parabéns entao. *sorriu de leve* Espero que ele saiba que é o homem mais sortudo do mundo. *a olhando* Voce merece ser feliz. Muito feliz. *esticou a mao até o rosto dela e fez um carinho de leve, entrando com a mao pela bochecha dela, indo um pouco para o cabelo* Voce é uma pessoa muito especial, Melina. Acho que nem que se passe um milhao de anos irei esquecer de voce, e do que voce signifca pra mim. *a olhando*

    Eles foram brutalmente interrompidos pelo celular dele, que tocou no bolso. Henry sentia-se totalmente derrotado, parte dele queria ir embora. Tirou o celular do bolso e viu a ligaçao de um dos colegas de trabalho. Ignorou na mesma hora e colocou o celular sobre a mesa.

    Henry - Eu preciso de um minuto. *sorriu de leve e se levantou* Desculpa.

    Ele se virou para os fundos do lugar e foi andando. Abriu a porta do banheiro e quando se viu sozinho lá dentro, começou a tossir. Estava engasgado. Literalmente engasgado com aquilo. Ela noiva… noiva de outro. Prometida para outro. Tinha dito SIM a outro homem. Mas nao era só isso… era tudo. Tudo que ele estava revivendo estando ali com ela. A traiçao, as mensagens de Aramis, ela na cama com ele, as palavras de Julliet… o que ele estava fazendo ali? Nao devia ter vindo. Era um idiota. Henry abriu a torneira e jogou água no rosto, sentando fazer aquele sentimento parar, aquela sensaçao de sufocamento, de impotencia. De novo. De novo ele estava naquela situaçao.

    Ele se recompôs, enxugou o rosto e respirou fundo. Saiu do banheiro e foi andando de volta para a mesa dela. Sentou-se e sorriu de leve para ela, tomando mais um gole do café.


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 4:01 am

    Não, Will não era o homem mais sortudo do mundo, pois não tinha ao lado dele alguém que o amava de forma completa. Ela sabia que só tinha amado assim uma vez na vida e não iria se repetir nunca. Will era ótimo, uma pessoa boa, sempre estava ao seu lado para tudo, carinhoso, a amava... Por isso ela disse sim. No momento, sem Henry em sua vida, aquilo tudo parecia tão certo... As pessoas falavam que eles combinavam, era tudo lindo, aos olhos dos outros.

    Começou a reviver no coração um sentimento conhecido, de quando estava com Aramis sem querer aquilo,o enganando e o fazendo sofrer. Mas ela não estava fazendo isso com Will, realmente gostava dele, muito, ela tinha aceitado casar com ele. O único problema era que o amor por Henry era eterno.

    Ela ía falar algo mas o celular dele tocou e ele deixou ali na mesa.

    Henry - Eu preciso de um minuto. *sorriu de leve e se levantou* Desculpa.

    Aquelas palavras doeram, a forma que ele falou... Ela sabia que ele estava triste, assim como ela. Eles estavam balançados. Ela pensava em falar tudo para ele, assim que ele voltasse... Iria falar tudo que sentia. Tinha guardado por tempo demais. Estava decidida quando de repente o celular dele acende na mesa e automaticamente ela olha para a tela e seu coração para. Ali no papel de parede estava um rosto familiar ao lado do rosto de Henry.

    Julliet. Henry e Julliet em uma foto de rosto colado sorrindo para a câmera. Ela colocou a mão na boca, queria chorar, sentiu as lágrimas virem aos olhos que agora ardiam. Ela engoliu as lágrimas, passou a mão no rosto tentando fazer o rosto voltar ao normal. Não era possível, e era... Na verdade fazia sentido. Ela foi embora e Julliet ficou. Então era isso... Julliet era o amor da vida dele, e desde aquela época, era por isso que eles tinham ficado juntos quando Melina e Henry ainda namoravam. Era por isso, era o destino deles...

    Henry devia amar Julliet desde aquela época, e agora eles estavam vivendo o futuro deles juntos. Ela respirou fundo quando viu ele se aproximando de novo. Ele sentou e tomou mais um gole, ela o observava.

    Melina - Henry *Sorriu de forma carinhosa para ele e segurou a mão dele* Eu sei...Sei de Julliet. *Olhando para os olhos dele* Não sei porque não me falou antes mas...Eu to bem, não precisava ter escondido isso, não precisava ter falado que você não teve contato mais com ninguém *Ele fazia carinho na mão dele com a dela* Que bom para vocês, sério. Eu só quero que você seja feliz, e se ela foi seu amor esta tudo bem...

    Ela tentava falar de forma calma, ela queria parecer verdadeira pois ela queria ser verdadeira. Ela queria aceitar isso fácil apesar de ser complicado. Estava tudo bem então. Ele tinha Julliet, o amor da vida dele, desde o colégio. Ela tinha encontrado Will. Eles iriam ficar bem... Bom, era o que ela tentava pensar, apesar de estar gritando por dentro.


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 4:31 am


    Melina - Henry *Sorriu de forma carinhosa para ele e segurou a mão dele* Eu sei...Sei de Julliet. *Olhando para os olhos dele* Não sei porque não me falou antes mas...Eu to bem, não precisava ter escondido isso, não precisava ter falado que você não teve contato mais com ninguém *Ele fazia carinho na mão dele com a dela* Que bom para vocês, sério. Eu só quero que você seja feliz, e se ela foi seu amor esta tudo bem...


    Ele sentiu a mao dela na sua, sobre a mesa, e depois ela despejando aquilo tudo em cima dele. Henry a ouvia calado, ela dizendo que ele nao precisava esconder, que estava feliz por ele, por ele ter encontrado seu verdadeiro amor. Que brincadeira era essa? E como ela sabia que era Julliet? Ele a olhava sério, a vendo sorrir e falar como se aquilo fosse realmente o que ela queria. Ele sabia que nao era. Aquela situaçao ali estava sendo dificil para os dois, e ambos sabiam disso. O que tiveram no passado tinha sido grande demais, forte demais para ir embora assim, sem deixar nenhuma marca.

    Ele foi tirando a mao da dela devagar, voltando com a mao para debaixo da mesa, sobre a perna. Ela estava tao errada… Ele amava Julliet sim, mas ela nao era o amor da vida dele. Eles se davam bem juntos, se divertiam, se gostavam, mas era tudo muito “alegre”. Nao tinha aquela imensidão que era o sentimento dele por Melina na epoca de colegio…

    Henry - Eu nao falei que era ela porque nao achei necessário. *a olhando* Sei lá.. tudo o que aconteceu deixou uma marca muito grande em mim, demorei muito tempo para conseguir respirar de novo. *mantendo o olhar no dela* Ela foi a pessoa que mais me ajudou. *pausou* Mas vamos falar de coisas boas, por favor. *sorriu* Voce está aqui na minha frente agora, depois de anos, nao quero perder nenhum segundo. *olhou para o lado, vendo o piano que ficava ali perto, no meio das mesas, em um palco um pouco elevado do chao* Acho que alguem me deve uma música.. *apontou para o piano e sorriu*


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 4:59 am

    Henry - Eu nao falei que era ela porque nao achei necessário. *a olhando* Sei lá.. tudo o que aconteceu deixou uma marca muito grande em mim, demorei muito tempo para conseguir respirar de novo. *mantendo o olhar no dela* Ela foi a pessoa que mais me ajudou. *pausou* Mas vamos falar de coisas boas, por favor. *sorriu* Voce está aqui na minha frente agora, depois de anos, nao quero perder nenhum segundo. *olhou para o lado, vendo o piano que ficava ali perto, no meio das mesas, em um palco um pouco elevado do chao* Acho que alguem me deve uma música.. *apontou para o piano e sorriu*

    Melina - Henry... Não pense que eu não fiquei mau também, a marca que ficou em mim até hoje não ta cicatrizada. E sobre aprender a respirar de novo, me fala como conseguiu, pois eu só sei fingir as vezes. *Olhou séria para ele* Na época doía muito pois eu não tinha o seu perdão, e isso acabou comigo, era o que eu queria... Não queria forçar você a nada, só queria que me perdoasse *Deu um sorriso triste para ele* Mas estamos bem agora, estamos bem... Você tem a Julliet que parece cuidar de você e te fazer feliz, e eu tenho Will... É o que a vida fez.

    Ela olhou o piano e levantou arrumando o vestido. Sorriu para ele.

    Melina - Eu vou sim, eu prometi... Mas não se importa muito com a voz.

    Ela foi até um homem que estava ali e falou com ele, ele arrumou algumas coisas no piano e ela sentou agradecendo. Respirou fundo e começou a tocar as teclas se preparando para iniciar a música.

    Resolveu cantar uma versão acústica da música, a letra seria perfeita. Ela ja não se importava muito para esconder as coisas, não ali naquele momento. Ela olhou para Henry dali de onde estava e sorriu começando a tocar.

    Ela tocava a música e cantava, os olhos fechados grande parte do tempo para evitar que as lágrimas caissem, houve um momento em que ela cantou a frase "I never meant to do those things to you" onde não conseguiu segurar e uma lágrima caiu a fazendo fraquejar ao cantar a próxima palavra tendo que respirar fundo um segundo para continuar. Ela foi cantando, evitando olhar para ele... Mas não conseguiu, cantou "A reason for all that I do...And the reason is you" E olhou para ele, para os olhos dele quando falava as últimas palavras da música...

    Ela parou de tocar e ouviu algumas pessoas aplaudindo, ela sorriu para todos de forma educada e levantou respirando fundo. Secou a bochecha com lágrimas com as mãos rapidamente e voltou para a mesa. Sentou meio tonta ainda sem olhar para Henry, ela não podia olhar para ele, se olhasse agora ela iria fazer algo imperdoável, e iria magoar Will e Julliet. Ela não era essa pessoa, a pessoa que iria estragar um relacionamento de anos de outra pessoa...

    Pegou o celular que estava virado para baixo na mesa e viu 5 chamadas perdidas, estava no mudo então nem tinha percebido ainda. Colocou ali de volta na mesa e resolveu olhar para Henry.

    Melina - Eu falei que ainda não era muito boa...


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 5:18 am

    Melina - Henry... Não pense que eu não fiquei mau também, a marca que ficou em mim até hoje não ta cicatrizada. E sobre aprender a respirar de novo, me fala como conseguiu, pois eu só sei fingir as vezes. *Olhou séria para ele* Na época doía muito pois eu não tinha o seu perdão, e isso acabou comigo, era o que eu queria... Não queria forçar você a nada, só queria que me perdoasse *Deu um sorriso triste para ele* Mas estamos bem agora, estamos bem... Você tem a Julliet que parece cuidar de você e te fazer feliz, e eu tenho Will... É o que a vida fez.

    Ele a ouviu falar e parecia que estava de volta aos seus 16 anos. Ele ainda lembrava de cada palavra das mensagens dela, mas naquele momento, com aquela idade, ela tinha pedido muito para ele. O perdao ia vir sim, mas com o tempo. Só que o tempo nao existiu pra eles. Ela foi embora sem olhar para trás, tirando dele o direito de reagir ao que tinha acontecido. Ele nunca tinha falado tudo o que queria, nunca tinha tido a oportunidade de passar por cima do que estava sentindo e escolher ficar ao lado dela, mesmo com tudo. Ela foi embora e o deixou lá. O deixou pra trás. Mas essas eram coisas que ele nao ia falar a ela, eram razoes dele, pensamentos dele. Muito tempo ja tinha passado, nada mais importava hoje.

    Ele ouviu o nome do noivo dela pela primeira vez e novamente sentiu aquela farpa no coraçao. Cada vez mais mais ele se tornava real. Primeiro com o anel, depois com ela confirmando que estava noiva, e agora com o nome dele. Henry respirou fundo, mas logo tratou de mudar os pensamentos quando a viu se levantar.

    Melina - Eu vou sim, eu prometi... Mas não se importa muito com a voz.

    Ele a observou andar até o piano e nao conseguiu nao reparar nela. Desceu os olhos pelo corpo dela, bem delineado pelo vestido justo. Se ela soubesse o quanto ele a queria… mas infelizmente a vida seguia em um caminho diferente. Henry sorriu de leve para ela quando ela o olhou lá do piano. Ela ficava muito bem sentada no piano, combinava com ela. Melina começou a tocar, passava os dedos rapido pelas teclas, soando muito bem. Ela começou a cantar e ele sorriu na mesma hora, ela tinha uma voz linda. Bem doce, como ela. Mas Henry foi ouvindo a musica e cada vez mais seu coraçao apertava. Ele colocou os cotovelos sobre a mesa e juntou as maos em um punho só, as deixando perto da boca. Ela cantava com os olhos fechados, os dele já cheios d’água ao ouvir as palavras da boca dela. Ele a tinha perdoado ha muito tempo atrás, ela nao precisava se martirizar com isso. Henry sentia os olhos arderem, a vendo tao emocionada quanto ele. A vontade que ele tinha era de tirá-la daquele piano e dizer que ainda a amava, que ELA era o verdadeiro amor da vida dele. Mas estava travado. Nao dava… nao dava mais. Tinha mais gente envolvida.

    Ela terminou a musica e ele sorriu, aplaudindo com as outras pessoas.

    Melina - Eu falei que ainda não era muito boa...

    Henry - Voce foi maravilhosa. *sorriu e foi com a mao na dela, a pegando bem delicadamente* Ei… *esperou ela o olhar* Eu já te perdoei. Há anos atrás. *sorriu de leve para ela*


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 5:36 am

    Henry - Voce foi maravilhosa. *sorriu e foi com a mao na dela, a pegando bem delicadamente* Ei… *esperou ela o olhar* Eu já te perdoei. Há anos atrás. *sorriu de leve para ela*

    Ela sorriu para ele e eles ficaram se encarando uns segundos, por um momento ela achou que iria perder o controle e encostar os lábios nos dele, ela sentia tanta vontade disso... De sentir a boca dele novamente, era quase uma vontade que consumia ela por dentro, uma chama queimando que nunca iria apagar. Parecia que uma linha invisível ligava eles e puxava cada vez mais pra perto.

    Melina - Obrigada, Henry, de verdade... Você não sabe o peso que tira do meu coração falando isso.

    Ela encarou ele mais uns momentos, ela sentia a cabeça dela se aproximar da dele, involuntariamente, ela sentia o olhar dele nela... A mão dele fazendo carinho na dela a fazia sentir borboletas dentro do estomago. Ela viu o rosto dele perto, a mão dela tremia e ele conseguia sentir, certeza.

    Então um barulho, um toque de telefone fez eles acordarem daquele transe todo. Ela respirou fundo fechando os olhos, era o telefone dele vibrando com várias mensagens e o dela ao mesmo tempo com alguém ligando. Riram meio sem graça um para o outro com a coincidência. Ela viu de relance a foto de Julliet na tela dele e quando ele pegou o celular para ler as mensagens ela aproveitou e pegou o dela, seria a sexta ligação perdida se não atendesse. E Will não era uma pessoa muito calma.

    Melina - Licença, Henry *Levantando com o celular na mão enquanto ele lia as mensagens.* Hey... *Atendeu o celular ali ainda mas deu uns passos para longe da mesa* Aham... Já já. Cheguei tem pouco tempo. *Ela fica calada uns segundos* Já falei que não, ta tudo bem, não se preocupa, vai dormir que o voo é longo... *mais uma pausa dela falando* Ok, ok...Depois nos falamos to ocupada, Will... *pausa novamente* Sim... você sabe que sim, beijos, vai la, dorme bem. *pausa* Sério isso? Olha, não, não vou falar isso *revirou os olhos corando um pouco* Não é por isso... *pausa mais longa* Se você acha isso... *Pausa* Não, não é quem você acha que é não se preocupe *Melina disse com o tom de voz quase rindo, pela sugestão de Will de quem o amigo que estava com ela era* Sério, não é ele... *Melina disse com tom mais ameno rindo ainda* Você não tem ideia do quão diferente é, não se preocupe. *pausa* Vou ligar sim *pausa* para Will, só vou ligar mesmo, e agora você vai ficar aí acordado esperando e como vai fazer amanhã na reunião? Parece criança... *pausa longa* Ah, ta bom, ta bom, te ligo assim que chegar pra você dormir em paz *pausa e ela sorri com algo* Ta...ja falei que sim. Beijos e agora espera quieto que ja ligo.

    Melina voltou meio sem graça e sentou na mesa. Ele era um pouquinho exaustivo as vezes. Mas ela gostava dele, gostava de verdade, estavam juntos ha muitos anos... Não entendia como podia sentir essas coisas. Não entendia como esse amor intenso por Henry podia estar presente até hoje se ela tinha Will ali... Ela estava confusa e observava ele respondendo algo no celular.

    Melina - Desculpa, Henry, acho melhor eu ir embora...Infelizmente. *Olhando pela janela a chuva cair la fora* Queria tanto ficar mais tempo aqui com você...


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 6:20 am

    Melina - Obrigada, Henry, de verdade... Você não sabe o peso que tira do meu coração falando isso.

    Eles sorriram um para o outro, ele ainda segurava na mao dela, fazendo carinho devagar com o polegar, até o celular de ambos tocarem. Eles riram, nao tinha concidencia maior. Melina pediu licença e se levantou para falar no celular. Ele respirou fundo e destravou o celular dele, ficando ali. Tinham 3 mensagens de Julliet, ela perguntava quando que iriam planejar a viagem deles, já estavam falando nisso ha seculos.

    Julliet - Oi, amor! Como está sendo o encontro? Está relembrando os tempos de adolescencia??
    Julliet - Henry, tava aqui pensando… a gente podia ir passar esse fim de semana na casa de campo dos seus tios, o que acha? Depois de tantas apresentaçoes, queria ficar um tempo com voce…
    Julliet - Vc tá aí ainda?

    Ele respondeu, começando a digitar.

    Henry - Oi Julles, vamos sim. Vou falar com a minha tia sobre a casa. Seria ótimo mesmo, tenho sentido saudades de vc… vc só quer saber de dançar agora. Mas danças pra mim que é bom, nada Wink

    Ele ia mandar outra quando a viu voltar para a mesa e travou o celular, o colocando no bolso.

    Melina - Desculpa, Henry, acho melhor eu ir embora...Infelizmente. *Olhando pela janela a chuva cair la fora* Queria tanto ficar mais tempo aqui com você...


    Henry - Já? *a olhando, mas pelo jeito dela, algo tinha acontecido nesse telefonema. Ele achou melhor nao insistir para nao criar problemas para ela* Tá bom, eu vou pedir a conta entao.

    Ele chamou a garçonete e pagou pelos dois cafés. Eles foram se levantando e andando em direçao a porta de saida, ele atras dela. Assim que chegaram na porta, o mundo la fora desabava. Era aquela chuva torrencial mesmo. As portas do lugar se abriram e um vento gelado veio la de fora. Ele na mesma hora tirou o casaco e a olhou, se colocando na frente dela. Henry colocou o casaco sobre os ombros dela, devagar, passando por trás. Se ela soubesse o quanto ele queria beijá-la agora… Ajeitou a gola do casaco na frente, sorrindo de leve para ela, tentando nao demonstrar o que realmente queria fazer.

    Henry - Posso te dar uma carona até em casa? *a olhando* Meu carro está estacionado bem aqui em frente. *apontou para o carro dele parado do outro lado da rua.* Por favor. Prometo que te deixo onde voce quiser. *a olhando*

    [img]https://i.servimg.com/u/f30/19/94/82/13/s120010.jpg]Carro

    Interior


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 6:30 am

    É claro que iria chover assim logo hoje que ela tinha libero o motorista para ir embora mais cedo. Onde estava com a cabeça quando fez isso? Por dentro, havia um desejo interno nela, que não precisaria do carro para ir embora. Mas a vida real não era um sonho e eles teria que ir embora e não terminar a noite juntos como se tudo aquilo fosse um conto de fadas. Havia o mundo real, compromissos...pessoas.

    Viu ele pagando os cafés e sairam pela porta, o frio a fez parar de andar. Ele foi para a frente dela passando o casaco dele pelos ombros dela, ela sorriu olhando para ele e segurou forte a vontade de beija-lo ali mesmo. O casaco dele tinha o cheirinho dele e ela estava anestesiada por isso tudo...

    Henry - Posso te dar uma carona até em casa? *a olhando* Meu carro está estacionado bem aqui em frente. *apontou para o carro dele parado do outro lado da rua.* Por favor. Prometo que te deixo onde voce quiser. *a olhando*

    Ela sorriu concordando com a cabeça e olhando o carro.

    Melina - Se não for te atrapalhar, seria ótimo...Eu liberei o motorista hoje, logo hoje *olhou a chuva torrencial*

    Foram andando até o carro dele, ele abriu a porta e ela entrou no banco de passageiro. Ele entrou na outra porta e ela sorriu para ele com um sorriso bobo.

    Melina - Sempre quis ver você dirigindo *riu baixinho* Coisa boba, né?


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 6:38 am

    Eles correram juntos ate o carro dele. Henry destravou com o alarme e abriu a porta do carona para ela, a deixando entrar. Fechou a porta e deu a volta correndo, entrando. Ele estava bem molhado, a chuva era torrencial.

    Melina - Sempre quis ver você dirigindo *riu baixinho* Coisa boba, né?

    z
    Henry - Jura? *riu* Eu sempre quis ter voce aqui tambem. Nao sei explicar porque.. *foi com a mao na dela e a segurou, colocando sobre a perna dela. Ele foi saindo com o carro soh com uma mao* Eu te causei problema, ne? *a olhou rapido, ainda segurando a mao dela. Nao queria soltar*


    _________________
    avatar
    Melina Galbraith
    Admin

    Mensagens : 96
    Data de inscrição : 22/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Melina Galbraith em Sex Jul 27, 2018 6:52 am

    Henry - Jura? *riu* Eu sempre quis ter voce aqui tambem. Nao sei explicar porque.. *foi com a mao na dela e a segurou, colocando sobre a perna dela. Ele foi saindo com o carro soh com uma mao* Eu te causei problema, ne? *a olhou rapido, ainda segurando a mao dela. Nao queria soltar*

    A mão dele na dela, fazendo partes da mão dele encostar na perna dela, estava fazendo ela perder a cabeça. Tentou se controlar. E ele estava tão gostoso ali...dirigindo e olhando para ela as vezes sorrindo. Ele sabia que ele era lindo assim, né? Não é possível...

    Melina - Não... Ele só tem um pouco de ciúme, achou que você fosse outra pessoa *riu lembrando dele falando que Henry era Aramis*

    Ela ficou calada...A mão dela estava ali na dele ainda. Por que ele tava fazendo isso?

    Melina respirava forte e deitou a cabeça no banco olhando para ele, ela não iria aguentar mais. Ela falou a rua que ele tinha que virar, estava deserta ja devido a chuva muito forte. Ela olhou para ele, era hora de se despedir, mas ela não queria...

    Melina - Henry... *Melina disse se aproximando mais depois de tirar o cinto* Obrigada, ta? Pela oportunidade de te encontrar. *Sorriu para ele ainda segurando a mão dele* Me desculpa se foi tudo intenso demais... *Ela colocou a mão no rosto dele* Eu não sei como dizer isso mas... Eu fiquei com vontade de você a noite toda *riu baixinho* e isso ta muito errado, eu não posso sabe... Não quero estragar seu relacionamento e nem o meu. Mas você ainda me deixa sem controle, parece que tenho 16 anos! *Respirou fundo se afastando* Desculpa por isso tudo...e entendo se não quiser mais me ver depois disso.


    _________________
    avatar
    Henry H Aldon
    Admin

    Mensagens : 87
    Data de inscrição : 26/07/2018

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Henry H Aldon em Sex Jul 27, 2018 6:25 pm

    Ele parou o carro na rua dela, em frente ao prédio que ela indicou. Parou bem na frente e desligou o carro, ainda chovia muito. O barulho dos pingos grossos de água ecoavam dentro do carro. Ele tirou o cinto e meio que se virou de lado, a olhando. Ela começou a falar, agradecendo o momento que passaram juntos, e depois disse aquilo. Henry sentiu seu coraçao disparar, ele nao ia mais se segurar. Ela tinha acabado de dizer tudo o que ele precisava ouvir para jogar tudo para o alto e beijá-la ali mesmo! Os olhos dele desceram para os labios dela, que estavam rosados do batom, e depois para o vestido, que era bem colado, curto, parando o meio da coxa. Ele sentia seu corpo inteiro gritar pelo dela. Nao dava mais. Mas na hora em que ele ia beijá-la… o celular dela tocou. Henry engoliu seco, voltando com o corpo para o banco, a vendo pegar o celular dentro da bolsa. Putz… esse negocio tinha que tocar logo agora! Ele apertava as maos no volante, sentindo uma vontade quase que incontrolável de te-la. E nao só de beijá-la. Mas de arrancar a roupa dela e transar ali mesmo, no carro. Era isso o que ele queria, queria provar dela de novo.

    Mas tudo isso, toda essa vontade foi jogada pela janela no momento em que ela começou a falar no celular. “Oi amor”… ele olhou para a janela, nao queria ouvir aquilo. Mas mal sabia ele que aquilo nao era nem metade das coisas que ela ia dizer… Melina foi falando e ele cada vez mais querendo sumir dali. Ela respondeu aquele “Eu tambem”, para o provavel “eu te amo” que o cara falou. Henry olhava para a janela mas nao via nada, a chuva nao deixava. Ele nunca teria feito isso, nunca teria atendido uma ligaçao dessas perto dela…. ela realmente nao devia sentir mais nada. Ele devia ser só uma lembrança dos 16 anos dela. Só isso. Henry respirou fundo, a vendo desligar, e ligou o carro. Nao queria mais ficar ali. Aquela ligaçao, por mais que tivesse cortado o coraçao dele, tinha vindo em boa hora. Ele teria feito uma besteira, a teria beijado e colocado tudo a perder entre ele e Julliet. E ele nao queria isso, a amava. Nao faria isso com ela. Henry tinha que se policiar mais… na verdade, o que ele tinha que fazer, era manter distancia de Melina. Mas algo dentro dele sabia que seria impossivel.

    Henry - Está entregue. *sorriu de leve e destravou as portas para ela sair* Foi muito bom te rever, voce parece bem. Fico feliz. *sorriu de leve*

    Ele se aproximou dela e a beijou de um lado do rosto, sem se extender. Ela abriu a porta do carro e saiu, correndo para dentro do predio. Ele colocou o cinto e saiu na mesma hora. Estava arrazado. Ela conseguia faze-lo se sentir no céu e no inferno em questao de segundos. Ele precisava se afastar… tinha que lembrar de Julliet. Era com ela que ele queria ficar. Henry acabou dirigindo para o apartamento dela, ao inves de ir pra casa. Estacionou e subiu, abrindo a porta com a chave que ele tinha. Entrou e a viu na cozinha, lavando um copo. Ela o olhou meio assustada, sem entender. Ele nao tinha falado que viria. Henry sorriu quando a viu de camisola, ela era linda. Largou as chaves e a carteira sobre o balcao da cozinha e a abraçou, a beijando do nada.

    Henry - I love you. *disse baixinho entre um beijo e outro até a colocar sobre o balcao, a sentando ali e abrindo as pernas dela, se colocando entre elas e já descendo os beijos pelo pescoço dela..*


    _________________

    Conteúdo patrocinado

    Re: O reencontro - 4 anos depois

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Nov 17, 2018 4:09 pm